1- Na sequência de notícias vindas a público, o CSM informou no passado dia 13 do presente mês que estava já em curso um procedimento de averiguações preliminares sobre os factos noticiados e, mais especificamente, sobre a regularidade dos procedimentos de distribuição no Tribunal da Relação de Lisboa;

2 – O CSM referiu, nessa mesma altura, e reitera, que, como em todos os procedimentos, caso se apurem quaisquer irregularidades, estas serão totalmente investigadas até às últimas consequências;

3 – Informa-se ainda que os primeiros resultados dessas averiguações serão apresentados para apreciação ao próximo Plenário de dia 3 de Março.